quarta-feira, janeiro 5

gritos silenciosos

em tenebrosos pensamentos se rebaixa uma alma jamais compreendida, pura e desejosa de encontrar a outra metade que havia sido criada somente para a fazer feliz.
mas é este o mal que atormenta todas as almas: a inquietante ambição de alcançar a felicidade que apenas a impede de ver os segredos que escondem, optando por acreditar que usam uma capa transparente... ironia das almas!
aquelas que são privilegiadas por não serem julgadas pela sua pureza e insistência em agir por si só, sentem necessidade de se deixarem levar pelo pensamento e questionando as incertezas sobre as quais jamais obterão resposta, cobrem sobre si um véu que as impede de mostrar ao mundo a sua beleza.
a questão persiste: porquê disfarçar os erros se todo o ser humano os possui? na teoria apesar de sermos donos de uma personalidade inigualável que nada nem ninguém conseguirá copiar, temos necessidade de esconder defeitos e admitir qualidades, que não nos pertencem, para nos sentirmos e mostrarmos superiores. será nossa a culpa? não, apenas nos forçam a mudar quando não sabemos o defeito que segura o nosso edifício inteiro.

3 comentários:

  1. Bem, visto que este meu blog está a causar bastantes problemas peço-vos que me sigam pelo novo que já criei. Peço desculpa, mas terá de ser. Mais uma vez, desculpem * :)
    http://vornotsdd.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. Não há palavras para descrever o que acabei de ler, até porque usaste-as todas!
    Sabes uma coisa? Existem pessoas que mostram ser o que não são, mostram qualidades que não as possuem para agradar os outros, mas também existem outras que mostram defeitos que não têm, ou mostram mais os defeitos que as qualidades... para não se apegarem tanto aos outros porque o medo de os perder é enorme... é uma espécie de trauma.

    Bjs
    *.*

    ResponderEliminar